Cinco dias em Floripa

Roteiro com TUDO que você precisa fazer nessa breve estadia!

roteiro para 5 dias em floripa

Publicado em: 7 de outubro de 2015

Dia 1 – Leste da Ilha / Lagoa da Conceição

No primeiro dia a sugestão é conhecer as praias do Leste da Ilha. Lá estão as praias da Joaquina, Praia Mole e Barra da Lagoa, que surgem pelo caminho exatamente nesta ordem, para quem vem do centro pela Lagoa da Conceição.

1 – Joaquina: é uma praia com uma faixa de areia bem extensa e muito procurada pelos surfistas por causa das ondas. Na estrada que dá acesso à praia, há várias dunas que são muito visitadas pelos turistas.

2 – Praia Mole: também tem ondas, mas é uma praia menor e tem vários bares na beira da praia.

3- Barra da Lagoa: é uma praia mais calma, com alguns restaurantes próximos à praia e uma unidade do Projeto Tamar, que cuida das tartarugas.

No final da tarde, a sugestão é fazer um passeio pelo centrinho da Lagoa da Conceição. Há vários cafés, casas de sucos e lanches, além de lojas e de uma feirinha de artesanatos na praça do bairro. A região também é uma boa opção para curtir a noite de Floripa, com vários bares e casas noturnas.

Dia 2 – Norte da Ilha

No segundo dia você pode visitar outras praias do norte da ilha

1 – Praia do Forte: acessada por uma pequena estrada no canto esquerdo da Praia de Jurerê. É uma praia com um clima familiar e bem tranquila.

2 – Fortaleza de São José da Ponta Grossa: um forte que fazia parte do sistema de defesa da Ilha de Santa Catarina.

3 – Praia de Jurerê Internacional: o endereço mais caro da cidade, com dezenas de mansões de luxo e bares badalados na beira da praia.

4 – Jurerê (Tradicional): que não tem todo o agito da anterior, mas é tão boa quanto.

5 – Santo Antônio de Lisboa: um pequeno bairro com casas no estilo açoriano que teve um papel importante na história da cidade. Lá há vários restaurantes na beira do mar, com vista para a cidade. Para chegar no bairro, basta pegar a rodovia SC-401 em direção ao Centro e sair no primeiro trevo à direita após a praça de pedágio desativado.

Dia 3 –  Sul da Ilha

No terceiro dia a sugestão é visitar as Praias do Sul da Ilha

1 – Mirante do Morro das Pedras: localizado junto a uma casa de retiros, no alto de um morro, com uma bela vista panorâmica da região. (Leia como chegar lá no post relacionado abaixo).

2 – Praia da Armação: A praia da Armação possui 2,5 km e mar bastante agitado, é de lá que você pode fretar um barco para ir à Ilha do Campeche. Uma boa opção para suas férias.

3 – Praia do Matadeiro:  fica ao lado da praia da Armação, separadas por um rio e pelo molhe. Para chegar a praia do Matadeiro você pode atravessa o rio com água no joelho (quando maré baixa), ou pela ponte ao lado da Igreja da Armação.

4 – Praia do Pântano do Sul: Mar calmo e está o Bar do Arante, que pode ser uma opção para o almoço. Ele é famoso por exibir milhares de bilhetinhos deixados pelos visitantes. Outra opção para o almoço é o distrito do Ribeirão da Ilha, considerado o maior produtor nacional de ostras.

Aproveite o resto do dia nas areais da Praia do Campeche, uma praia com faixa de areia bem extensa e mar aberto, com vista para a pequena Ilha do Campeche, logo à sua frente.

Dia 4 – Centro

Comece o passeio pelo Centro de Florianópolis, que é pequeno e pode ser explorado a pé em pouco tempo. O ponto de partida pode ser a Praça XV de Novembro, onde há uma Figueira centenária. Esta árvore possui superstições, como  a que diz que dar algumas voltar ao redor da figueira pode atrair casamento e dinheiro. Ao redor da praça há algumas atrações para ver, como o Memorial ao Miramar, a Catedral Metropolitana de Florianópolis e o Palácio Cruz e Sousa, que abriga o Museu Histórico de Santa Catarina.

Outro local imperdível no centro da cidade é o Mercado Público de Florianópolis, localizado junto ao largo da alfândega. Lá está o Box 32, um bar muito popular e que possui o melhor pastel da cidade. Não deixe de provar o pastel de camarão, é uma delícia!

 

Dia 5 – Passeio de Barco

No último dia você pode relaxar fazendo algum passeio de barco pela cidade. Confira três sugestões:

Passeio de Scuna até a Ilha de Anhatomirim  – A Scuna sai do Centro de um trapiche no centro da cidade, próximo à Ponte Hercílio Luz, e faz duas paradas, a primeira na ilha de Ratones e a segunda na Ilha de Anhatomirim, onde há uma grande fortaleza para ser visitada. Há também uma passagem pela Baía dos Golfinhos e uma parada para banho em alto mar. Veja mais detalhes no site da empresa Scuna Sul.

Ilha do Campeche: Esta ilha está localizada o Sul da Ilha, possui uma pequena praia com águas cristalinas e uma trilha com inscrições rupestres. Para visitá-la é preciso pegar um barco de pescador na Praia da Armação. Há vários que oferecem este serviço, é só ir até a praia e buscar informações com o pessoal do local.

Costa da Lagoa: Na região da Lagoa da Conceição há um passeio de barco muito bacana que vai até a Costa da Lagoa, uma região com vários restaurantes de frutos do mar. O barco sai de um pequeno terminal localizado junto à ponte, no centrinho da Lagoa.

 

Dia 6 – Beto Carreiro

Já sabe seu destino nas próximas férias? Que tal o Parque Beto Carrero World? O maior parque de diversão da América Latina e o primeiro multitemático, em seus mais de 10 milhões de metros quadrados, oferece atrações para todos os gostos. Os brinquedos agradam tanto a criançada como os adultos, que irão se divertir nas áreas temáticas do complexo.

E se chover?
No verão é comum cair uma chuva pesada no final da tarde, principalmente depois de um dia bem abafado. Se você não se importa de tomar banho de chuva, fique na praia e aproveite. Se quiser fugir, fique de olho no céu e saia da praia pouco antes da tempestade chegar, pois se você esperar a chuva começar, todo mundo vai sair da praia ao mesmo tempo e vai ser um congestionamento enorme.

Caso você tenha o azar de pegar dias chuvosos em Floripa, uma das poucas opções de lazer são os shoppings, que ficam entupidos de gente. Dois deles ficam no Centro (Shopping Beiramar e Iguatemi) e outro na rodovia SC-401, a caminho das praias do norte da ilha (Floripa Shopping). Outra alternativa é fazer um roteiro gastronômico, aproveitando para conhecer os restaurantes da cidade.

Para  maiores detalhes, essas dicas foram retiradas  do site Meus Roteiros de Viagem.